A Food Ingredients South America termina a edição de 2018 com algumas conclusões importantes:

Nutrição não é apenas uma tendência ou uma questão de regulamentação, é estratégia de negócios, é “core business” para a indústria de alimentos. E enxergar isto há alguns anos trouxe a Equilibrium Latam ao momento atual.

Dentre as abordagens de empresas de todos os tamanhos, alguns pontos em comum:

  • Soluções para um processamento com menor teor de açúcares, com substituições à base de fibras e frutas;
  • Corantes naturais para atender a tendência de consumidores globais que ambiguamente buscam mais naturalidade, mas estão ávidos por cores fortes na comida e na bebida, afinal, também comemos com os olhos!;
  • Proteínas vegetais em diferentes versões reinaram na FISA: a ervilha, que foi o artista principal dos 2 anos anteriores deu vez à fava da Ingredion e ao grão de bico da RSBlumos. Além das soluções de bebida de soja trazidas pela ADM em diferentes sabores (incluindo amêndoa) me surpreenderam na suavização do sabor. E gostei bastante do protótipo “soja ao xadrez”!

Na minha palestra, na área de conferências, trouxe o modelo mental de Design Thinking como uma alternativa para engajar times diversos em uma inovação centrada nas dores e necessidades do ser humano, e não mais em “top down” ou “copy paste“. As startups estão provando-se disruptivas e caindo no “share of stomach” e “share of heart” dos consumidores.

E nós da Equilbrium estamos ajudando-os e acompanhando isso de perto!

Algumas preocupações:

1) Se nutrição é tão relevante, os times das empresas precisam estar mais preparados para conversar com os influenciadores e decisores mais técnicos;

2) O sabor dos protótipos assim como a apresentação faz a diferença! Caprichem!

Provei algumas delícias veganas da Ingredion e algumas soluções de bebidas de diferentes empresas me parecem sempre doce demais, assim como aplicações em sorvetes.

No primeiro dia de evento, aconteceu a premiação Fi Innovation Awards, principal premiação da indústria de ingredientes, suplementos e produtos alimentícios que visa estimular a inovação do segmento. Os vencedores este ano foram:

  • Categoria ingrediente alimentício mais inovador: Rovitaris da ICL Brasil
  • Categoria ingrediente funcional mais inovador: Fortibone® da GELITA
  • Produto mais inovador: Seara Rotisserie da JBS SEARA
  • Produto funcional mais inovador: Bala de gelatina rica em cálcio e vitamina D da FINI
  • Suplemento alimentar mais inovador: Osteotime XR da Lapon Indústria Farmacêutica

Mas o que me deixou mais feliz de tudo que aconteceu lá foi à evolução da jornada da Equilibrium. Comecei está jornada de parceria na FiSA há 7 anos, foram algumas gestações: a minha e a da Carolina Godoy, incluindo amamentação no hotel do lado!

E hoje, ver esse início multiplicado com mentes e profissionais que abraçam o Innovation Tour e este ano trazem a novidade do Startup Innovation Challenge, com os vencedores Farinha de Pipoca, da Pipoca de Colher na categoria inovações em produtos alimentícios e NutraSolve, da Nanoart na categoria inovações em ingredientes alimentícios.

Essas profissionais milennilals: Caroline Martinelli, Fernanda Leme e Jucilene Martines ensinam a mim e a Carol Godoy que mais valioso do que gerar networking, é gerar sucessores que te representam.

Sim! Nossa mentalidade corporativa deve dar asas a estes jovens que melhoram nossas ideias, questionam, ousam e nos fazem voar!

Obrigada time #otimo!!

Por Cynthia Antonaccio

CEO Equilibrium Latam