Atualmente, mais da metade dos brasileiros estão acima do peso e esta estatística tem aumentado progressivamente ao longo do tempo, o que desafia a ciência a buscar novas soluções para uma perda de peso saudável.

Uma revisão sistemática com mais de 50 estudos científicos, liderada pela Dra. Deirdre Tobias de Boston/EUA, verificou que nenhuma dieta baseada no consumo de proporções específicas de calorias provenientes dos três nutrientes – carboidratos, proteínas e gorduras – é realmente efetiva para perda de peso ao longo prazo.

Ainda que um grama de gordura tenha mais do que o dobro de calorias quando comparado à proteínas e carboidratos, “a lógica seria: reduzir a ingestão de gordura levaria naturalmente à perda de peso. Mas nossas evidências claramente indicam que isso não acontece” esclarece a médica pesquisadora.

Os especialistas concluíram que não há diferença na média de perda de peso entre dietas com pouca gordura e dietas com mais gordura. Em linhas gerais, a perda de peso ao cortar gorduras da dieta só é mais efetiva quando comparada ao grupo que não faz nenhuma dieta especial.

 

FONTE: BBC Brasil