O Serviço Nacional de Saúde da Inglaterra (NHS) acaba de proibir a venda de bebidas açucaradas em hospitais do país, e recebeu o apoio da British Soft Drink Association (BSDA), pois incluiu todas as bebidas adicionadas de açúcar e não apenas os refrigerantes. Para Simon Stevens, chefe executivo do NHS, “2018 deve ser o ano em que a opção saborosa, fácil e acessível para pacientes, funcionários e visitantes deve ser a opção saudável”

Em todo o mundo autoridades públicas realizam ações para diminuir o consumo excessivo de gordura, sódio e açúcar. Em 2013, o México passou a taxar em 10% os refrigerantes. O governo da França em 2016 proibiu a oferta ilimitada de bebidas açucaradas por preços fixo (refil) em todos os pontos de venda. Atualmente aqui no Brasil, a ANVISA discute sobre alguns modelos de rotulagem que informem sobre a quantidade desses nutrientes, a fim de auxiliar o consumidor a fazer escolhas mais saudáveis no momento da compra.

Fonte: Foodnavigator