O que eu aprendi lá que ainda não tinha lido? Quase nada! Mas valeu a pena ter ido? SIIIMM, MUITO!

A experiência de viver estes 15 dias no berço da inovação talvez funcione para a disrupção dos negócios mais ou menos como o caminho da fé funciona para aguçar nossa força espiritual.

É um tal de GSD que corre na veia! Você não sabe o que é este novo sistema? Bem, isso eu aprendi fazendo muito GSD (Get the Shit Done!) por aqui: De pitch a networking para novos negócios.

1) FRACASSAR É NORMAL: E diria que é até charmoso nos discursos por aqui. Nunca ouvi tanta gente de sucesso falar de fracasso com uma baita tranquilidade. A ausência do medo é a chave para a auto eficácia, já dizia o psicólogo Badura (por coincidência também professor de Stanford, maior centro de estudos do Vale). No meio de muitos erros, vem algo de valor: Eureka! Como diz o fundador da Dropbox, Drew Huston: “Não se preocupe com o fracasso, você só vai precisar estar certo uma vez”. Mas a ideia aqui é errar rápido para não perder muito dinheiro. Invista pouco e vá ajustando. Afinal, todo mundo tem conta pra pagar. Ou seja, sabe aquele projeto na gaveta, tira do papel e começa a errar logo! Quer um pouco mais de coragem? Leia a biografia do Elon Musk, fundador da Tesla e da XPace, recém lançada no Brasil. Uma lição de resiliência!

2) SEJA REBELDE: O maior exemplo da cultura de rebeldia constante no Vale foi Steve Jobs. Nunca estava contente, sempre desafiava e puxava quem estivesse com ele para a perfeição. Desafie seus pares, seus chefes. Use mais “POR QUES”? Pense em como você faria diferente! Mas não se deixe paralisar. No caso dele foi bom pois conseguia agir e seguir com seus projetos, mas muita gente empaca nesta busca do ótimo e não executa o bom.

3) THINK SMART: coloque na mesa o máximo de ideias que você tiver, agrupe e selecione as melhores, daí vá pra rua e pergunte aos outros se eles comprariam. Escolha uma e coloque em ação. Pois uma ótima ideia não vale nada, só vale quando é colocada em prática. E não duvide que uma ideia média bem executada pode valer muito mais! Sabe por quê? Além de sair na frente, com ciclos de aprendizados curtos e rápidos, ela ficará ótima logo logo!

4) FIQUE DE OLHO NOS RESULTADOS: Avaliar os resultados de forma constante é um ritual para a Embraer, que também está aqui no Vale – e entende que inovação só tem valor quando uma boa ideia vai para a ação e gera resultado.

5) PEÇA FEEDBACKS: aqui as trocas são muito bem-vindas. É comum alguém te conhecer hoje e já perguntar, ouvir e dar opiniões, e te ajudar com conexões e networking. Portanto, deixe a vergonha ou o medo de lado e divida mais.

6) SE MISTURE: Times com diferentes perfis, locais, histórias de vida, raça e gerações parecem trazer resultados melhores. Por que será que mais de 50% do Vale do Silício é feito de estrangeiros? Sai da sua panela, interaja com novas tribos, derrube seus preconceitos. Acredito que pode ser divertido e te fará alguém melhor!

7) SECOND ROUND: Agendar a primeira conversa é fácil. Aqui é a terra da curiosidade. Todo mundo tem interesse em conhecer uma nova ideia. O desafio está na segunda rodada! Pois aí é que você impressionou e promete resultados escaláveis.

8) PITCH ALWAYSEsteja preparado pro pitch – pois quando você menos esperar, vai esbarrar com alguém que tem interesse no seu projeto. E neste momento, o roteiro precisa estar na ponta da língua. E isso vale para todos os nossos novos projetos. Comece pelo POR QUE, seja objetivo e apaixonado!

9) PESSOAS X PRODUTOS: Constatei algo que me ajudou muito ao longo da minha carreira. A conexão emocional do empreendedor com o seu negócio, seu entusiasmo e sua crença são tão ou mais importantes do que o seu produto em si. Pessoas e emoções também sentam na mesa para negociar!

10) VEM PRA CÁ TAMBÉM! EU VOU VOLTAR 😊 e dessa vez com o Time Equilibrium e você, na Missão Equilibrium Vale do Silício para a Indústria de Alimentos. Uma oportunidade única para você conhecer o maior polo de inovação do mundo, identificar as oportunidades que acontecem no Vale e entender o mindset das empresas mais disruptivas. Tudo isso através de visitas monitoradas, palestras, realização de projetos baseados na metodologia de design thinking, e claro, muito networking.

A Missão acontece entre os dias 13 e 17 de maio e é destinada para profissionais e empreendedores do mercado de alimentos e bebidas.

Conheça mais sobre essa missão no link: http://bit.ly/equilibrium-vale-do-silicio

E você? Vem com a gente?!

Por Cyntha Antonaccio

CEO Equilibrium Latam