Líder de vendas em iogurtes grego nos EUA, detentora de 40% das vendas, a Chobani inicia a produção de um novo produto à base de plantas.

Diante do impasse entre produtores de produtos lácteos e produtores de produtos à base de plantas para utilização do nome “leite” e “iogurte”, a empresa preferiu não descrever o novo Non-Dairy Chobani, sua primeira oferta no mercado para este segmento, como tal. De acordo com o Peter McGuinness, diretor de marketing e comercial da Chobani “as palavras importam”. “Ficamos longe do ‘leite’ e do ‘iogurte’ porque acreditamos que isso é enganoso. Nós acreditamos que há uma regulamentação que regulará isso”.

O produto é feito à base de coco, nos sabores morango, baunilha, mirtilo, pêssego e manga com ingredientes naturais, OGM free e sem sabores artificiais, adoçantes ou conservantes, com 25% menos açúcar quando comparado a outras opções plant based. Dados da Nielsen e Plant Based Foods Association, entre junho de 2017 e junho de 2018, as vendas de “lácteos” à base de plantas aumentaram 9%, o equivalente a US$ 1.6 bilhões. No mesmo período, as vendas do leite de vaca tiveram quedas de 6%. Outros produtos à base de plantas também tiveram aumento nas vendas como: cafés prontos para beber (“creamers” – 131%), iogurtes (55%) e queijos (43%).

Fonte: Food Dive