A pesquisa TG.Net, da Kantar IBOPE Media, apontou diferenças de comportamento durante a jornada do consumidor que compra pela internet. A pesquisa foi realizada entre julho e agosto de 2018, com mais de 3.000 internautas de 15 a 75 anos em diversas regiões do Brasil.

De acordo com a pesquisa, há dois perfis de consumidores:

– Os “empolgados” que realizam compras por impulso:  representam 19% dos internautas e gastam em média, R$ 1.083 com compras online a cada três meses. Na média da população, o ticket de gastos online fica em R$ 661 a cada 3 meses. 57% dos empolgados observam com frequência os anúncios na internet (49% na média da população) e 59% concordam preferir ver publicidade online relacionada ao conteúdo dos sites acessados (44% na média da população). Seu perfil de produtos preferidos são: alimentos, produtos de tecnologia de uso pessoal (câmeras, consoles de jogos etc), vestuário e jóias;

– Os “conscientes” que realizam compras de forma mais ponderada: também representa 19% dos internautas e é composto por pessoas que pesquisam preço, são atentos a valores de frete e costumam comprar em sites populares. Dentre os conscientes, 85% acessam a internet enquanto veem televisão e, dentre esses, 31% costumam pesquisar na web os produtos que viram anunciados na TV. Além disso, seus gastos no e-commerce são ligeiramente menores do que a média da população: R$ 646 a cada três meses. Estes compradores também são conhecidos por características como confiança e preferência por sites conhecidos. Seu perfil de produtos preferidos são: vestuário, joias, livros e cosméticos. Muito similar ao perfil dos internautas em geral.

A publicidade no e-commerce também mudou nos últimos cinco anos, com aumento de 161%. De janeiro a novembro de 2018, os investimentos em compra de espaço publicitário para e-commerce chegaram a R$ 6,7 milhões, em 2014 este número chegava a R$ 2,6 milhões. A TV recebeu a maior fatia (57,2%), seguida por display (20,8%) e links patrocinados (18,3%). Assim como a publicidade teve crescimento, a confiança do consumidor em comprar online também cresceu, e 2014, 31% das pessoas confiavam em comprar pela internet, em 2018, foram 41%.

O uso de dispositivos móveis também é muito relevante entre os participantes da pesquisa. Entre os internautas, 53% concordam que não podem viver sem internet no celular. Dentre os compradores conscientes, 60% concordam com esta afirmação e 64% dos empolgados têm a mesma opinião.

Seja no ambiente digital ou físico, identificar os comportamentos do consumidor e perceber que suas escolhas estão cada vez mais holísticas é essencial para atendê-lo de forma eficiente.

Fonte: Kantar IBOPE Media