Blog

26 janJaneiro branco e a saúde mental na indústria de alimentos


Como tem sido o seu Janeiro? Queremos aqui te ajudar a praticar o Janeiro branco e a saúde mental na indústria de alimentos, para você e o seu consumidor.

Para começar uma reflexão: Como estamos neste início do ano? Estamos Infotoxicados? Diariamente lidando com excesso de telas? Prazos apertados? Desafios na carreira? Problemas de saúde? Oscilações no humor e  peso? Dificuldade nos relacionamentos e com os filhos?

Os dilemas da era pandêmica exacerbaram o que já poderia ser um problema, seja nosso enquanto colaboradores de uma indústria de alimentos mais nervosa e competitiva em meio à crise, quanto de todos os que consomem nossos serviços, produtos, sejam alimentos, bebidas, suplementos, remédios, cosméticos, etc.

Confira os dados que mobilizam o Janeiro branco e a saúde mental na indústria de alimentos

  • Cerca de 12 milhões de brasileiros sofrem de depressão, ou seja 5,8% dos brasileiros, segundo a OMS, nos deixando na liderança após EUA.
  • A ansiedade, por sua vez, afeta quase 20 milhões de brasileiros (cerca de 9,3% da população). Isso inclui o transtorno obsessivo-compulsivo, problemas de fobia, estresse pós-traumático e até mesmo ataques de pânico.
  • O  suicídio é apontado pelo Ministério da Saúde como a quarta maior causa de mortes de jovens no país.

Alarmante, não? Estes números podem ultrapassar outros indicadores relacionados à saúde e ao bem-estar da população.

E é por isso que nós da Equilibrium, comprometidos com a promoção da saúde, vamos fazer uma série de posts esta semana sobre isso. E queremos te propor um desafio: Praticar o Janeiro branco convidando você a sentar em duas cadeiras:

1. A sua cadeira de marketing ou P&D de alimentos;

2. A cadeira do seu consumidor de alimentos, bebidas e suplementos.

O desafio para você praticar o Janeiro branco

Vamos lá? Os desafios serão os seguintes:

Praticando Janeiro branco na Cadeira #1: marketing ou P&D de alimentos

Antes de tudo, o desafio proposto será trabalhar o seu dia a dia. Seja qual for sua área, é provável que você tenha prazos para submeter pedidos à ANVISA, fazer aquele ppt com os resultados, aprovar a campanha da agência, ou mesmo endereçar aquela pesquisa de degustação dos produtos. E esses prazos em geral roubam sono, energia e geram ansiedade.

CHEGA! Tudo isso é fundamental, mas para que tudo isso continue acontecendo, você precisa estar bem. Sobretudo nós te convidamos a estabelecer agora mesmo uma rotina mais saudável de trabalho, mais produtiva e mais feliz.

Antes de tudo, se há estresse, ansiedade ou algo que interfira na sua saúde mental de forma mais grave, que tal buscar ajuda profissional?

Em primeiro lugar , vamos desafia-los a planejar algumas atividades de auto cuidado para incluir na sua programação

Que tal considerar algumas dessas idéias?

  • Ir àquela sessão de massagem que nunca foi agendada?
  • Começar aquela caminhada ou corrida que vem sendo adiada?
  • Reservar 10  minutos para você iniciar o dia meditando?
  • Agendar um dia de beleza?
  • Terminar o dia com alguns minutos de leitura daquele livro de ficção?

Enfim, as ideias são infinitas.

Praticando Janeiro Branco na Cadeira #2: A do seu consumidor.

Sabemos que as mensagens precisam gerar impacto e resultado. Mas será que isso exige a comunicação do “no pain no gain”, de corpos sarados e pouco realistas, de uma proposta no Instagram que não pode ser alcançada no dia a dia do consumidor?

Está comprovado cientificamente em inúmeros artigos que essa ditadura da beleza, de dieta e do nutricionismo (que só valoriza nutrientes e não o comer como um todo), pode causar ansiedade, transtornos psíquicos e desconforto nas pessoas. Talvez isso afete você também, ou estamos errados?

Na Equilibrium buscamos nutrir o saudável, tomamos nossos suplementos e comemos nossos verdes, provamos todas as inovações que encontramos em produtos saudáveis, mas não esquecemos do prazer de viver!

Por isso te propomos um desafio #2:

Reveja sua próxima campanha para entender como você pode aliviar e ajudar o seu consumidor a ter uma relação mais equilibrada entre o saudável e o prazeroso. E, como a sua empresa ajudara a atingir esse objetivo promovendo também a saúde mental.

Vamos juntos nos cuidar?!

 


0 Comments

Leave A Comment

Deixe uma resposta