Conteúdos

SAÚDE

O consumidor brasileiro prefere marcas que fazem mais pela sociedade

Compartilhe via

Twitter
WhatsApp
Facebook
LinkedIn

Tempos de recessão e problemas com clima de corrupção no país incentivam os consumidores a pensarem mais sobre questões financeiras, claro, pois é preciso enxugar os gastos, mas além disso traz à tona uma reflexão sobre sustentabilidade econômica, fair trade, garantia de origem e faz com que a busca por marcas com “práticas justas” cresça cada vez mais.

A alta nos preços dos alimentos fez com que 46% dos brasileiros mudassem seus hábitos de compra, conforme dados da Mintel 2016. Existe uma migração para produtos mais econômicos mas, o que mais a tendência aponta é que temos um consumidor que procura produtos com melhor custo benefício, pensando nos que entregam mais do que sua essência.

Investir em práticas ecológicas, ações para a sociedade e modelos alternativos de compra é a recomendação para a manutenção de seus consumidores e para o crescimento de mercado. Muitas marcas vêm associando aos seus produtos e serviços a promoção de uma sociedade mais saudável e sustentável de uma forma ainda mais focada.

Um bom exemplo é a rede de supermercado Pão de Açúcar, pioneira em ações de reciclagem de materiais e lojas “verdes”. Recentemente, aliada a marca própria Taeq, investiu em um serviço que oferece aos seus consumidores aulas de culinárias saudáveis em um food truck sustentável e itinerante nos estacionamentos das lojas. Desde 2015, o caminhão vem circulando as lojas do grupo com receitas que conversam com diferentes públicos, incluindo as crianças. A ação foi criada pela Rua Zero, baseando-se no conceito da Fonte da Juventude e com receitas desenvolvidas por Chefs nutricionistas da Equilibrium.

Outro ótimo case é a rede Fruta Imperfeita (http://www.frutaimperfeita.com.br/), que traz um conceito super diferente e tocante. Eles são especializados em vender alimentos feios… isso mesmo! Sabe aquela mandioca bem torta, frutos pequenos e folhosas um pouco furadinhas? Geralmente são totalmente desprezadas no ponto de venda, seja de um supermercado ou em feiras livres. A proposta do site é vender esses produtos online. O sucesso foi maior do que esperavam! Atualmente existe uma fila de espera de clientes aguardando uma maior estruturação da empresa para atender a crescente demanda.

Não podemos deixar de pensar neste aspecto para o futuro, já que se tornou uma realidade de mercado onde 36% dos brasileiros são inclinados a comprarem de marcas que se preocupam com meio ambiente e 23% dos millennials declaram comprar de marcas que patrocinam programas interessantes em seu bairro, conforme dados da Mintel.

E você quais iniciativas tem realizado neste sentido?

bia

Por Beatriz Botequio

Gerente de Projetos da Equilibrium

blog

Publicações relacionadas

Başkent Londra’da düzenlenen turnuvada, tek erkeklerdeki yarı

Take the first step towards your ideal

Kılıfın şeffaf yapısı sayesinde cihazınızın görünümü kapatmamaktadır.

fale com um especialista

soluções em conteúdo e serviços é com a Equilibrium