Para promover estudos voltados às áreas de medicamentos, cosméticos, biotecnologia e outros produtos, o Vitreo Canabidiol IFA IE, primeiro fundo de investimento brasileiro relacionado ao setor da maconha no exterior foi lançado recentemente. Ele fará aplicações os mercados financeiros dos Estados Unidos e Canadá, oferecendo aos investidores um portfólio de ações e ETFs (Exchange Traded Funds ou Fundo de Índice) que procuram os benefícios e oportunidades trazidos com a legalização da cannabis. 

O estímulo para que o fundo fosse lançado somente agora deu-se pela desvalorização que os papéis das empresas participantes desse portfólio do Canabidiol sofreu nos meses de agosto e setembro. Em 2018, o mercado da maconha movimentou cerca de 12 bilhões de dólares, e de acordo com o relatório da Frontier Data esse número pode saltar para 30 bilhões até 2025, um crescimento de 150% em sete anos. Já uma pesquisa realizada pela Euromonitor, estima que esse valor pode chegar a 166 bilhões de dólares, uma visão otimista para o mercado.

Fonte: Exame e Cosmetic Innovation.