A definição de marketing segundo Kotler (2003), é a “função empresarial que identifica necessidades e desejos insatisfeitos, define e mede sua magnitude e seu potencial de rentabilidade, especifica quais mercados-alvo serão atendidos pela empresa, decide sobre produtos, serviços e programas adequados para servir a esses mercados e convoca a todos na organização para pensar e atender ao cliente”. Ou seja, é essencial que uma empresa tenha estratégias e ações de marketing realizadas com eficiência, para trilhar com vantagem o caminho do sucesso. Mas marketing não é tudo igual, ou melhor, o marketing é composto por várias vertentes que fazem com que as diversas áreas do negócio sejam assistidas integralmente, como: marketing de conteúdo, digital, esportivo, de relacionamento, endomarketing, neuromarketing, viral, entre outros. No entanto, há um tipo de marketing que não é colocado nas listas tradicionais, mas que é fundamental para as empresas do setor de saúde e nutrição: o health marketing ou marketing de saúde.

O health marketing envolve a criação, comunicação e fornecimento de informações e intervenções de saúde, utilizando estratégias que consideram o consumidor no centro das ações, e embasamento científico para promoção de saúde e nutrição. O marketing nutricional, também possui a mesma premissa, e é amplamente empregado pelas marcas de alimentos para construção de informações confiáveis e comprováveis sobre os seus produtos para o consumidor.

Através de estratégias de health marketing ou marketing nutricional, é possível criar ações robustas e eficientes de inovação e comunicação, para suportar as ações do setor de alimentos, personal care e farmacêutica. Para simplificar, explicamos o health marketing como a união da ciência e conhecimento técnico sobre a saúde humana, com as habilidades do marketing para criar estratégias diferenciadas. Veja a seguir algumas estratégias:

  • Desenvolvimento de produtos: neste processo, é fundamental o embasamento científico e a análise crítica do comportamento do consumidor e tendências de mercado. Para suportar o desenvolvimento, pode-se realizar uma análise de portfólio, pesquisa científica e análise de estudos clínicos, monitoramento das leis regulatórias vigentes etc;
  • Aplicação de produtos: suporte no desenvolvimento de receitas, cálculo nutricional, produção para fotos e filmes;
  • Eventos de relacionamento: coordenação e ativação para participação em eventos congressos da área com ações criativas, para estreitar o relacionamento com stakeholders, como profissionais de saúde e clientes;
  • Serviço de atendimento ao consumidor: treinamentos e desenvolvimento de materiais didáticos, para utilização no suporte a dúvidas e reclamações dos consumidores;
  • Profissionais de saúde: estreitar o relacionamento com o possível prescritor, munindo-os de informações baseadas em ciência, para que ele conheça o produto de forma exclusiva e com atenção especial da marca.

São inúmeras as possibilidades e vantagens de se utilizar o health marketing como importante aliado do seu negócio. Aqui na Equilibrium Latam, dispomos de um time formado por profissionais de saúde com especialização em marketing e comunicação, isso quer dizer que somos uma agência especializada em health marketing e estamos prontos para transformar o seu negócio!

Vamos tomar um café? ☕😉

Fale Conosco